Saiba tudo sobre o eSocial Simplificado 1.0!

O eSocial é uma plataforma criada pelo Governo Federal para padronizar o lançamento e cadastramento dos dados dos colaboradores das empresas do Brasil. O sistema está ativo desde 2014 e, desde então vem sendo atualizado para adequar-se as necessidades das companhias. Em 2021, a Versão Simplificada 1.0 foi lançada, clique aqui e saiba tudo sobre essa novidade!

O que é o eSocial?

O Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas, conhecido popularmente como eSocial, foi criado em 2014 por meio de um decreto do Governo Federal. Sua função primaria é condensar todas as informações que as empresas geram a respeito das obrigações trabalhistas, fiscais e previdenciárias para com seus colaboradores.

Através do eSocial, todos os processos de gestão dos funcionários tornam-se padronizados entre as companhias do Brasil e, ao mesmo tempo, o sistema permite ao governo compreender como o mercado de trabalho encontra-se em determinados momentos. Essa análise dos dados e mudanças só é possível pois as informações ficam disponíveis para órgãos federais como Receita Federal, INSS, Ministério do trabalho e outros.
Desde 2018, obrigatoriamente, todas empresas do Brasil devem estar cadastradas no eSocial.

Complexidade do eSocial

Apesar de o eSocial padronizar, condensar e arquivar as informações e dados dos colaboradores com sucesso, o feedback das empresas dava conta de que o sistema não era amigável e prático.

Em suas primeiras versões, muitos dados eram exigidos, o que tornava o cadastro de eventos e informações uma tarefa bastante trabalhosa. Até 2020, o sistema exigia o preenchimento de 900 dados. Então, buscando facilitar a utilização do eSocial, o Governo Federal atualizou o sistema e diminuiu em 50% o número de dados a serem cadastrados por eventos.
Em 2021, o Governo Federal lançou a versão simplificada do eSocial.

O que mudou na versão Simplificada do eSocial?

A nova versão conta com mudanças que visam tornar a utilização mais ágil, fácil e amigável para empresas do país. O projeto resultou na redução de 30% dos campos a serem preenchidos durante os cadastros, além de flexibilizar regras de validação, ou seja, o usuário pode encaminhar informações e receberá uma notificação alertando sobre os pontos incorretos, solicitando que sejam alteradas no ato, ou no futuro.
Além disso, o governo afirma que “haverá facilitação na prestação de informações destinadas ao cumprimento de obrigações fiscais, previdenciárias e depósitos de FGTS”.

Uma das alterações que mais se destaca é o processo de cadastro no sistema simplificado. O CPF funcionará como identificação única do trabalhador (exclusão dos campos onde era exigido o NIS).

Deixe o Grupo CMO facilitar para você!

Pare de se preocupar com questões envolvendo o eSocial. Conheça o sistema que o Grupo CMO desenvolveu para ajudar a sua empresa a lidar com a plataforma do governo através de uma integração automatizada e prática.

Você faz o cadastro das informações da Segurança e Saúde do Trabalho (SST), e o sistema provê os leiautes com o parâmetro e agendamento corretos. Estes dados ficam armazenados dentro do sistema e, apenas a sua empresa tem o acesso.

Enquanto eles não são enviados para plataforma do governo, análises são feitas e promovem relatórios sobre inconstâncias nas informações. Assim, você tem grande controle, exatidão e capacidade de correção sobre os dados antes do envio efetivo no eSocial.

Quando os leiautes são enviados para plataforma do governo, automaticamente são gerados comprovantes de recebimentos. Desta forma, você tem alto controle sobre o que é enviado.

Além da funcionalidade, o sistema do Grupo CMO conta com interface amigável e intuitiva, suporte a qualquer momento, atualizações constantes e o já citado relatório de inconstâncias nas informações.

Precisa de Ajuda? Fale Conosco!